O vice-governador do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, destacou que os números dos desmatamentos no Tocantins são animadores e representam a seriedade com que o Governo Mauro Carlesse trata a questão ambiental no Estado. A citação foi feita nesta quarta-feira, 2, durante reunião por videoconferência do presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal, vice-presidente da República Hamilton Mourão, com os governadores da Amazônia Legal.

“Os números no Tocantins são animadores no que diz respeito ao desmatamento e ao meio ambiente. Isso é resultado de uma política ambiental séria e comprometida com o desenvolvimento sustentável e com a legalidade. Aqui acompanhamos de perto, por meio dos órgãos de controle como o Naturatins [Instituto Natureza do Tocantins], para que não haja desmatamento ilegal e o governador Mauro Carlesse tem sido duro nesse aspecto para não permitir os desmatamentos ilegais”, frisou Wanderlei Barbosa, garantindo que o Tocantins vai participar de eventos mundiais sobre meio ambiente, como a Expo Dubai, apresentando projetos e proposituras importantes na área da sustentabilidade para o Tocantins e para o Brasil.

O vice-governador também informou que na próxima semana serão iniciados projetos para o combate aos incêndios em todo o território tocantinense. A iniciativa será realizada em conjunto com as forças de segurança, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Naturatins e as prefeituras. A ação visa minimizar os impactos causados à população em razão das queimadas, comuns nesta época do ano.

Os dados também foram citados por Hamilton Mourão e fazem parte da pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), realizada no período de janeiro a 31 de maio deste ano. De acordo com os dados apresentados pelo vice-presidente, os desmatamentos têm aumentado significativamente na Amazônia, no entanto, o Tocantins é um dos poucos estados com índices positivos. Já o estado do Pará é o líder de desmatamento na região.

Pauta

Durante a reunião, o vice-presidente Hamilton Mourão falou sobre a Expo Dubai, organizada pelo Bureau International des Expositions, a ser realizada na cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, no período de seis meses, entre 1º de outubro de 2021 e 31 de março de 2022.

A reunião também abordou o Plano Amazônia, regularização fundiária e o novo Cadastro Ambiental Rural (CAR), que está sendo implementado pelo Ministério da Agricultura, além da apresentação dos dados do desmatamento na Amazônia.